Dados

 

330 agentes de viagens, operadores turísticos e jornalistas participaram do seminário on lineEcuador: Tierra del Chocolate”.  O seminário foi ministrado por especialistas contratados pelo Ministério de Turismo do Equador. O objetivo foi capacitar operadoras de turismo internacionais sobre a história, rotas e fazendas cacaueiras, bem como sobre o Equador como destino ideal para degustar deliciosas barras de chocolate. Tudo com o objetivo de garantir uma venda efetiva do destino.

 

A capacitação on line se realizou em várias sessões na terça-feira 24 e na quarta-feira 25 de novembrode 2015, em sessões ditadas em cinco idiomas: espanhol, inglês, francês, português e alemão.

 

Webinar

 

O seminário on line se dividiu em quatro categorias. A primeira foi “História e origem do cacau no Equador”. Falou-se sobre o boom do cacau e a exportação da “Semente de Ouro”. Também se expôs acerca das variedades do fruto: forastero, trinitario e o mais conhecido, o Fino de Aroma ou cacao Arriba. O Equador é o principal exportador em nível mundial desta variedade. O país ostenta  63% del mercado mundial.

 

A segunda categoria do webinar se denominou “Desfrutando do chocolate equatoriano”, na qual se abordou sobre as barras de chocolate, seus reconhecimentos e prêmios nível internacional; as lojas especializadas onde se podem adquirir as deliciosas barras; opções de turismo comunitário em várias regiões; uma seleção de lugares onde se pode obter tratamentos de bem-estar (SPA´s) baseados em chocolate. Finalmente, mencionaram-se lugares onde se oferecem ceias e cardápios especiais.

 

O terceiro capítulo tratou sobre as “Rotas do chocolate”. A Rota 1 é Guayaquil-Vinces, onde se pode conhecer uma chácara cacaueira e sua arquitetura patrimonial. A segunda rota é Guayaquil-Manglares Churute (cantão Naranjal). Nesta área protegida há rotas ecológicas e também se pode saborear sua deliciosa gastronomia na Hacienda Las Cañas. Por último, mencionou-se a Rota 3, que compreende vários pontos de interesse entre Quito e Misahuallí na Amazônia.

Em último lugar, abordaram-se “Dicas e dados interessantes adicionais” sobre o chocolate no Equador. Classificaram-se os 4 mundos do Equador com temáticas de turismo fortes em cada uma destas regiões. Das Ilhas Galápagos se falou de ecoturismo; da Costa se fez referência à aventura; dos Andes se ressaltou sua cultura ancestral; e, da Amazônia, salientou-se o turismo comunitário.

 

 

Share this post

Submit to DiggSubmit to FacebookSubmit to Google PlusSubmit to StumbleuponSubmit to TechnoratiSubmit to TwitterSubmit to LinkedIn